Com a globalização, é muito comum que se esteja em contato com diferentes pessoas e informações no mercado de trabalho — e tudo isso vem em diferentes línguas. Por isso, é fundamental conhecer e dominar mais de um idioma para se destacar no mercado e conseguir melhores oportunidades.

Essa, entretanto, não é a realidade da maioria dos brasileiros: em 2012, apenas 5% dos brasileiros dominavam o inglês; e em 2015 o Brasil ficou, entre 70 países, apenas em 41° lugar entre os que melhor dominam o idioma.

O inglês, apesar de importante, não é a única língua importante para se aprender. Por isso, confira quais são as línguas mais valorizadas do mercado de trabalho.

As 5 línguas mais valorizadas no mercado de trabalho

Inglês

O inglês é o idioma mais valorizado no mercado de trabalho por ser uma língua universalmente conhecida e utilizada. Assim, quando duas pessoas de duas nacionalidades e idiomas completamente diferentes precisam se comunicar no trabalho o inglês é a língua que pode ajudar e permitir que a conversação flua de maneira adequada.

A fluência em inglês também permite e favorece a comunicação com os grandes centros financeiros, principalmente os dos Estados Unidos e Londres.

Espanhol

Para profissionais brasileiros o espanhol também é muito importante, ficando apenas abaixo do inglês. Isso se deve principalmente à proximidade do Brasil com os países da América do Sul: como todos falam espanhol, o conhecimento e fluência nessa língua é muito importante para garantir boas colocações no mercado.

O espanhol também é língua desejada por algumas empresas multinacionais ou de outros países, já que muitas vezes há uma dificuldade em encontrar profissionais capacitados que sejam fluentes em línguas latinas.

Mandarim

Pode parecer inusitado e até mesmo absurdo, mas o mandarim é uma das línguas mais valorizadas do mercado por três motivos: o primeiro é que é a língua mais falada no mundo; o segundo, pela sua dificuldade; e o terceiro pelo fato de que poucos profissionais ocidentais procuram fluência nesse idioma.

Assim, o mandarim é um forte diferencial competitivo para quem deseja melhores posições, já que são pequenas as chances de que outro candidato tenha a mesma fluência. Além disso, os fatos de a China ter uma economia forte e de o país ser o maior e mais populoso mercado do mundo também influenciam nessa variação.

Alemão

Muitas montadoras de carro são de origem alemã e, por isso, esse é um idioma valorizado no mercado, principalmente entre quem almeja uma vaga no ramo automobilístico. O fato de a economia alemã ser uma das mais fortes da Europa também influencia nessa valorização, já que há uma projeção de que seja progressivamente mais necessário falar esse idioma.

Sua relativa dificuldade e complexidade também favorecem o fato de ser uma língua valorizada, já que as pessoas tendem a se focar em idiomas considerados mais fáceis.

Francês

O francês também é bastante valorizado em diferentes áreas. Normalmente o setor que mais valoriza o francês como língua estrangeira é o setor industrial, principalmente na área de base, como as siderúrgicas.

Falar mais de duas línguas é fundamental não apenas para que o profissional possa se destacar na hora do processo seletivo, mas também para aproveitar diferentes oportunidades quando já estiver na empresa. O ideal é aprender e obter fluência em pelo menos duas, valorizando ainda mais o seu currículo. E você? Quantas línguas você fala? Está aprendendo alguma no momento? Conte para a gente nos comentários e não deixe de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro dos assuntos mais interessantes!

Desvendando a Língua Japonesa - Ebook Grátis



DEIXE UMA RESPOSTA

9 + 7 =