O Brasil é muito rico em diversidade cultural, principalmente em relação à musicalidade. São diversos tipos de músicas, danças e instrumentos de vários países que incrementam a cultura do país.

Em cada composição, há instrumentos que proporcionam a melodia e o ritmo das músicas. Entretanto, um instrumento que é muito usado na capoeira e que, hoje, é incorporado em diversas canções brasileiras é o berimbau. Por isso, hoje vamos contar um pouco sobre a história deste instrumento. Se você aprecia instrumentos atípicos em canções brasileiras, fique atento nesse artigo.

A origem do Berimbau:

O Berimbau é um instrumento originado na Angola, conhecido como Hungu ou M’bolumbumba. Apesar de ser um instrumento angolano, diversos povos africanos utilizam o berimbau em rituais e danças típicas.

Estudiosos acreditam que ele surgiu nas antigas tribos africanas, que o utilizavam em rituais fúnebres. Além disso, estima-se que ele foi o primeiro instrumento com sonoridade usado por vendedores como modelo de arco musical para chamar a clientela.

Porém, este modelo musical pode ter surgindo antes disso, entre quinze e vinte mil anos atrás, já que ele fez parte de rituais de antigos povos como os egípcios, mesopotâmicos e persas. Dessa forma, acredita-se que ele seja mais antigo e que possa ter surgido em 1500 a.c.

Descrição do instrumento:

O berimbau é definido por ser um arco feito de madeira ou verga com comprimento que varia entre 1,50 a 1,70 metros e um fio de aço incorporado nas extremidades da vara. A sua base possui uma cabaça ou koyté acoplada com o fundo cortado que funciona como uma caixa de ressonância. Para tocar, é necessária a utilização de uma pedra ou moeda para pressionar o fio e fazer movimentos de vai e vem. Com uma vara, percutir a corda, dando o ritmo. Em alguns casos é comum verificar a utilização de um caxixi, pequeno chocalho preso aos dedos do tocador.

O berimbau e a capoeira:

Este instrumento é elemento principal da capoeira, sendo considerado, por muitos, como um instrumento sagrado, o qual é reverenciado antes da luta começar. Isso se deve ao fato de que ele comanda a roda de capoeira, oferecendo ritmo e o estilo do jogo.

Por não existir regras determinadas, cada mestre pode definir a interação dos músicos, podendo utilizar até três berimbaus.

Diferente de outros instrumentos, o berimbau possui subtipos, dentre eles estão:

  • Gunga ou berra-boi: Esta variação possui sons mais graves. Geralmente o tocador do gunga comanda a cantoria.
  • Médio: Como o próprio nome diz, fornece sons médios. Ele complementa o gunga.
  • Violinha ou viola: Possui tons mais altos. Toca a maioria das improvisações dentro do ritmo estabelecido pelos outros dois.

Berimbau no Brasil:

O berimbau foi trazido ao Brasil pelos escravos em 1538. Apesar de ser utilizado em rodas de capoeira brasileira, ele foi incorporado em composição de músicos brasileiros.

Uma das primeiras canções, que fez com que o instrumento tornar-se conhecido neste ramo, foi de Baden Powell de Aquino com Vinicius de Moraes. Após esse reconhecimento, Naná Vasconcelos, percussionista de renome, se especializou em instrumentos brasileiros e, principalmente, no berimbau, aprimorando as técnicas até, então, utilizadas.

Por ter sido usado por muitos cantores baianos e pela forte influência africana que o estado possui, o berimbau é considerado um souvenir típico do local, vendido aos turistas como adorno.

Componentes do berimbau:

Para tocar o berimbau é importante dominar os componentes que ele possui. Estes são:

  • Baqueta: Usada para bater na corda e emitir o som.
  • Dobrão: A moeda ou pedra utilizada para pressionar na corda, permitindo uma variação sonora.
  • Cabaça: Usada como caixa de ressonância e que possui o formato de cuia.
  • Verga: O arco que compõe o instrumento.
  • Corda: Feita de aço ou arame que é amarrada na verga e usada para dar o som.
  • Caxixi: O chocalho que reforça a marcação do ritmo musical emitido pelo berimbau.

O berimbau é instrumento que permite diversos ritmos, podendo ser usado na capoeira (luta que mistura tipo de dança e é originado da África), e em ritmos musicais como o samba e o forró. Muitos artistas adaptaram o berimbau em suas canções e, atualmente, é muito comum perceber a utilização dele, dando um aprimoramento nas composições.

Sabe tocar berimbau? Diga nos comentários abaixo qual instrumento você sabe tocar ou gostaria de tocar.



DEIXE UMA RESPOSTA

dezenove + 15 =