O Brasil é um país que oferece muita cultura, principalmente em relação a música. São diversos compositores que proporcionam melodias e canções inesquecíveis. Assim, hoje vãos falar de um dos mais conhecidos e admirados no mundo, Djavan.

O começo de tudo:

Djavan Caetano Viana, nasceu em Maceió, capital de Alagoas, no dia 27 de janeiro de 1949. Filho de mãe negra que trabalhava como lavadeira e cantava Ângela Maria e Nelson Gonçalves. Seu pai era branco e trabalhava como ambulante. No começo, Djavan, ainda criança, dividia seu tempo jogando bola pelas ruas de sua cidade natal com o som quadra fônico na casa do Dr. Ismar Gatto, pai de um colega da escola. Apesar da sua paixão com a bola, ele decidiu tentar a carreira musical e, assim, foi para o Rio de Janeiro aos 23 anos. Na cidade maravilhosa, ele conhece o radialista João Mello que passou a ajudá-lo. João também era produtor da Som Livre e levou o cantor para a TV Globo. No começo, Djavan começou a cantar trilhas sonoras de novelas, gravando canções de nomes já consagrados como Toquinho e Vinicius de Moraes (ouvir).

Os três anos seguintes, o compositor passou a dedicar a suas canções próprias, fazendo assim, mais de 60 músicas. Dessa forma, ela participou do Festival Abertura, promovida pela Rede Globo, tirou o segundo lugar com a música “Fato Consumado”.

Contratado pela Som Livre, Djavan lança seu primeiro disco “A voz, o violão, a música de Djavan”, em 1976. Um disco diferente de tudo que tinha na época. Nesta ocasião não só o álbum entrou para a história da música popular brasileira como também sua composição “Flor de Lis” tornou-se um grande hit nas rádios.

Djavan nos Anos de 1978 – 1982:

Depois de algum tempo, o cantor passou a fazer shows em boates e sai da Som Livre. Em 1978, passou a fazer parte da gravadora Odeon e, assim, lança seu segundo álbum. Neste disco, ele gravou sua canção “Cara de Índio”retratando a cultura indígena brasileira. Além disso, lançou a música “Álibi” que foi regravada por Maria Bethânia no mesmo ano, se tornando um enorme sucesso no país. Outras canções foram regravadas por grandes nomes como Nana Caymmi e Elis Regina. Na mesma época, o cantor grava um vídeo clipe para o programa Fantástico.

A gravadora investe pesado no cantor, contratando, inclusive, a orquestra dos melhores músicos da praça de 1978, consagrando o compositor no mercado. Em 1980, Djavan lança seu terceiro álbum. Esse disco conta com a participação de Aldir Blanc, Cacaso e o consagrado Chico Buarque.

Em 1981 e 1982, Djavan ganhou o prêmio de melhor compositor pela Associação Paulista dos Críticos de Arte. Ainda no ano de 81, Djavan encerra sua parceria com a Odeon, lançando mais um disco. Já no ano de 1982, a canção “Flor de Lis”, do disco de inauguração do cantor, torna-se o primeiro sucesso a ser disputado no mercado norte americano. Contou com a voz de Carmen McRae e recebeu o título de “Upside Down”. Através do convite da CBS (Sony Music), Djavan embarca para Los Angeles para gravar o álbum “Luz” com a participação de Stevie Wonder.

Djavan nos Anos de 1984 – 1990:

Em 1984, Djavan grava mais um disco em Los Angeles, “Lilás”, que foi executada muitas vezes nas rádios brasileiras já em seu dia de estreia. Em 1986 ele volta a gravar no seu país de origem. Nesta ocasião, ele retorna ao samba, misturando outros gêneros.

Próximos anos:

O álbum lançado em 1992 traz uma diversidade ainda maior. Neste disco é possível verificar influência da música negra como o Soul, Jazz e Blues. No ano de 2000 a canção “Acelerou” ganhou o prêmio Grammy Latino, além disso, Djavan recebeu os prêmios Multishow de melhor cantor, melhor show e melhor disco.

O CD lançado em 2001 contou com a participação dos seus filhos. Em 2004, o cantor comemora independência total, criando sua própria gravadora, Luanda Record, lançando seus dois próximos discos. No ano de 2010, o cantor lança um CD interpretando canções e outros compositores. Depois de 4 anos sem compor, Djavan lança o disco “Rua dos Amores”, tendo seu CD/DVD gravado apenas em 2014. Em 2015, o cantor recebeu mais um prêmio Grammy Latino pelo conjunto da obra.

Você gosta das canções do Djavan? Então diga nos comentários qual a música que você mais gosta. E inscreva seu email logo abaixo para receber mais informações sobre o mundo música.

 

curso de guitarra - kit guitarra completa


DEIXE UMA RESPOSTA

dezenove − 16 =