O cenário musical brasileiro é rico, pois existe uma mistura de cultura que proporciona beleza e diversidade, atraindo público do mundo todo. Por isso, há tantos artistas com sonoridades diferentes e que, ainda assim, agradam as pessoas. Já falamos de diversos músicos que fizeram deste país um lugar mais divertido, bonito e alegre. Hoje, vamos falar de Gilberto Gil, um cantor que além de emocionar com suas belas composições, resolveu entrar para a política e conquistar seu lugar perante o Brasil.

Gilberto Gil:

Gilberto Passos Gil Moreira nasceu em 26 de junho de 1942 em Salvador, Bahia. Lançou mais de cinquenta álbuns misturando seus ritmos preferidos como o rock, músicas africanas, gêneros tipicamente brasileiros e o reggae. No início seus pais, José Gil Moreira, médico, e Claudina Passos Gil Moreira, professora primária, moravam em Tororó, um dos bairros mais pobres de Salvador. Devido à dificuldade de trabalhar, eles foram para Itauçu, no interior da Bahia e, em seguida, quando Claudina estava grávida, eles voltaram para Salvador.

Como apenas três semanas de vida, Gilberto e sua família retornaram para Itauçu, onde passou toda sua infância. Aos três anos ele já demonstrava seu interesse na música, já que passava horas ouvindo as rádios e admirando o som da banda local do sanfoneiro Cinézio.

Gil e música:

Em 1952, aos nove anos, ele e sua irmã foram para Salvador e passaram a frequentar a escola de acordeom na Academia de Acordeom Regina. Lá passou a ter influências das músicas de Dorival Caymmi e do jazz. Em 1961, Gilberto passou a estudar na Universidade da Bahia. Foi então que ele participou e promoveu eventos de vanguarda e teve contato com a música erudita contemporânea. Na mesma época começou a namorar Belina de Aguiar.

No ano de 1964, ele se formou em administração e foi para São Paulo. No mesmo ano casou-se com Belina e dividia seu tempo com o trabalho no escritório e com a música. Em 1966 nasceu a primeira filha do casal.

Devido a um contrato com a Philips, a família foi morar no Rio de Janeiro e, pouco tempo depois, nasceu à segunda filha.

Gilberto e Belina se separaram e no mês seguinte o cantor passou a viver com Nana Caymmi. Em 1968, em meio ao agito causado pelo movimento Tropicalista, fundando por ele, Gil passou a namorar Sandra Gadelha. Em dezembro deste mesmo ano, Gil e Caetano Veloso foram presos devido ao Ato Institucional n◦ 5 que cerceou a liberdade artística e dos cidadãos. Foi solto em fevereiro e logo se casou com Sandra. Por causa da pressão política vivida no país eles foram obrigados a saírem do país. Passaram a morar em Londres, onde nasceu o filho do casal Pedro Gadelha Gil Moreira.

Em 72, o cantor recebeu autorização para voltar ao seu país e em 74 nasceu à segunda filha do casal Preta Gil. Dois anos depois, Gilberto e Sandra tiveram mais uma filha. Em uma turnê por Santa Catarina, o compositor foi preso em flagrante com maconha. Declarando dependência física e mental pela droga, ele foi internado. Algum tempo depois, ele, junto com sua família, foi para os Estados Unidos para dar início a uma nova produção. De volta ao Brasil, em 1979, conheceu Flora Giordano e, em seguida, largou Sandra para viver com Flora. Dois anos depois, nasceu o filho do casal Bem Giordano Gil Moreira.

No ano de 1987, Gil tornou-se presidente da Fundação Gregório de Mattos e se mudou para Salvador, onde nasceu sua outra filha com Flora.

Em 25 de janeiro de 1990, seu filho Pedro sofreu um acidente de carro ao sair de São Paulo, entrando em coma. Depois de oito dias internados, o instrumentalista faleceu. Um ano depois seu pai, José, morreu. No mesmo ano nasceu a terceira filha de Gil e Flora. Já em 2013, sua mãe, Claudina, morreu aos 99 anos de falência múltipla de órgãos.

A vida política:

Em 2 de março de 1988, Gilberto Gil tentou a carreira política e se elegeu vereador em Salvador e em agosto, decidiu disputar a Câmera dos Vereadores pelo (PMDB). No ano de 1990 se aliou a Partido Verde (PV). Em 2003 foi nomeado Ministro da Cultura, sofrendo fortes criticas, no entanto, permaneceu no cargo por 5 anos. Deixou de lado à carreira politica para se dedicar novamente à música e, hoje, continua a encantar seus fãs com muita animação e canções que agradam a todos.

E aí, gostou da história de Gilberto Gil? O que você sabe mais sobre ele? Conte para todos nos comentários abaixo.

 



DEIXE UMA RESPOSTA

4 × 4 =