Em um artigo anterior, contamos um pouco a trajetória de uma das bandas mais influentes do rock nacional, Legião Urbana. Hoje, vamos mostrar a história do vocalista deste conjunto, Renato Russo. Se você é uma pessoa que ama música e quer conhecer a trajetória de vida de um dos cantores mais importantes do cenário brasileiro, então não deixe de acompanhar este artigo, certamente, você irá se surpreender.

Curta a Proddigital Música no Facebook >>>

Renato Russo:

Renato Manfredini Júnior, mais conhecido como Renato Russo, nasceu no dia 27 de março de 1960 na cidade do Rio de Janeiro. Até aos 6 anos de idade, Renato viveu na capital carioca com seus pais, Renato Manfredini (economista) e Maria do Carmo Manfredini (professora de inglês). Nessa época, ele estudou no colégio Olavo Bilac, na Ilha do Governador. Ele se destacou devido a uma redação escrita chamada “Casa Velha, em ruínas”. Em 1967, ele se mudou para Nova Iorque com sua família, voltando ao Brasil no ano de 1969. Assim, ele foi morar novamente na Ilha do Governador com seu tio Sávio.

Em 1973, a família se mudou para Brasília, passando a morar na Asa Sul. Aos 15 anos, Renato enfrentou uma das fases mais difíceis e curiosas da sua vida, isso porque ele foi diagnosticado como portador da epifisiólise, uma doença óssea. Assim que saiu o diagnóstico, ele foi submetido a uma cirurgia, colocando três pinos na bacia. Com isso, Renato teve que ficar seis meses na cama, quase sem movimentos, levando cerca de 1 ano e meio para se recuperar. Durante o tratamento, o músico se dedicou quase exclusivamente a ouvir música.

Após a recuperação, ele passou para a faculdade de jornalismo. No dia 13 de março de 1978, Renato foi escolhido para saudar o príncipe Charles, ao visitar o Brasil naquele ano.  A revelação sobre sua condição sexual, ocorreu aos 18 anos quando ele contou à sua mãe.

Entre os anos de 1978 e 1981, Renato Russo chegou a dar aulas de língua e literatura da cultura inglesa, devido a seu impecável conhecimento, já que viveu durante algum tempo nos Estados Unidos. Depois disso, chegou a trabalhar como repórter em um programa de rádio que defendia os direitos do consumidor e como apresentador de um programa de rádio sobre The Beatles.

Veja também:

Alem da Voz – Aprenda a transformar a sua voz para a música!

Kit Guitarra Completa – Seja um guitarrista profissional!

Aborto Elétrico:

Em 1978, Renato conheceu Fê Lemos e junto com André Pretorius, fundaram uma banda denominada Aborto Elétrico. Após algum período, Pretorius, que era da África do Sul, teve que voltar ao país de origem para servir o exército já que havia completado 18 anos. Passando a tocar guitarra e cantar, Renato ensinou baixo ao irmão de Fê Lemos e assim, Flávio Lemos, entra para a banda. Durante as férias, André Pretorius voltou a tocar com a banda, contudo, Ico Ouro-Preto acaba assumindo o seu lugar quando ele voltou para a África.

A partir de 1981, a banda começou a fazer shows e se tornar mais conhecida, até que Fê e Renato tiveram uma briga e a banda acabou chegando ao fim.

Legião Urbana:

Renato Russo continuou no ramo da música como O Trovador Solitário, tocando e cantando sozinho. Mais tarde, se juntou com Marcelo Bonfá, Dado Villa-Lobos e Renato Rocha, formando, assim, a banda Legião Urbana. Ao longo da trajetória, o grupo foi conquistando cada vez mais espaço e chegou a gravar diversos discos que, até hoje, são respeitados e admirados por muitos. Dentre vários trabalhos, o disco “As Quatro Estações”, foi considerada um dos melhores álbuns da banda, conquistando os corações dos fãs e da crítica. Conheça mais sobre a história da banda Legião Urbana.

A morte de Renato Russo e o fim da banda:

Renato Russo faleceu no dia 11 de outubro de 1996, às 01h 15 devido às complicações causadas pela AIDS. Deixou um filho, Giuliano Manfredini, que na época tinha apenas 7 anos. Não se sabe ao certo a origem do filho, pois, Giuliano dizia ser fruto do cantor com uma fã. Entretanto, há boatos de que Renato havia adotado uma criança.

No dia 22 de outubro de 1996, onze dias após a morte do vocalista, os integrantes remanescentes da Legião Urbana, anunciaram o fim da banda, voltando à ativa apenas em 2015, após terem enfrentado o filho de Renato na justiça. Estima-se que o grupo vendeu mais de 20 milhões de discos em todo o país quando Renato Russo ainda era vivo.

E você, é fã de ícone do rock brasileiro? Deixe seu comentário e diga o quanto ele te inspirou com suas canções.

curso de bateria online - bruno graveto
curso de guitarra - kit guitarra completa



DEIXE UMA RESPOSTA

dezessete − 13 =