A acne é um dos maiores motivos de preocupação dos adolescentes, mas se engana aquele que pensa que atinge apenas o público jovem. Pessoas na fase adulta também podem apresentar essas terríveis marcas. Além de atingirem a face, a acne pode aparecer em outras partes do corpo como pescoço e peito.

No entanto, apesar de existirem receitas mirabolantes que prometem uma cura, há tratamentos capazes de aliviar o surgimento destas protuberâncias e aqui você verá dicas para se livrar de vez dos cravos e espinhas.

O que é acne?

A acne é um processo inflamatório da pele que pode surgir em diversas partes do corpo, caracterizada por pontos brancos ou negros. Geralmente, na fase da adolescência, ela aparece devido às alterações hormonais, principalmente nos jovens masculinos. Porém, as espinhas podem ser um problema para os adultos.

Quando ocorre uma obstrução dos poros da pele, a inflamação pode causar uma infecção, onde acontece a formação de pus. É onde a inconveniência é ainda mais constrangedora e faz com que o indivíduo procure tratamentos mais rigorosos.

Em todos os casos é importante entender os tipos que aparecem na pele e qual o tratamento mais adequado para cada situação.

Veja também:

Sem Espinhas e Acne

Como eliminar Cravos e Espinhas naturalmente e ter uma pele linda!

Como Melhorar o aspeto da sua Pele

Truques de maquiagem para ficar ainda mais bonita

Tipos de acnes:

• Acne Comedônica:

É a não inflamatória, sendo a mais comum entre os adolescentes e normalmente está em forma de cravo. Costuma surgir na região da testa, nariz e bochechas. Quando ocorre a acne comedônica, os produtos para o alívio são mais simples e fáceis de serem encontrados.

• Acne Pápulo-pustulosa:

Considerada como grau 2, ela pode ser caracterizada por surgimentos de cravos, espinhas e pápulas, que são elevações na pele e podem apresentar certo nível de inflamação. Neste caso, cremes e pomadas de simples utilização não costumam surtir efeito, por isso, é importante realizar uma avaliação para achar um produto mais eficiente.

• Acne Nódulo-quística:

Neste caso, surge ocasionando nódulos internos na pele. Quando ela aparece pode ser em grandes proporções, atingindo boa parte do rosto, peito e costas. Sendo assim, é importante realizar um tratamento mais severo e com acompanhamento médico.

• Acne Conglobata:

Quando ocorre está lesão, ela vem acompanhada de um processo inflamatório mais intenso, causando pus na região. Além disso, surge uma do lado da outra, atingindo várias partes. É um processo que exige mais cuidados e tratamento com medicamentos fortes e controlados.

• Acne Fulminante:

Apesar de ser um tipo raro e desconhecido, essa acne é considerada de grau 5 e aparece acompanhada de outros sintomas como a febre e o mal-estar. Quando ela surge, é importante procurar um profissional competente para averiguar o método mais adequado para curar essa inflamação, pois, em alguns casos, é necessário um processo cirúrgico para eliminá-las.

Independente do tipo, é fundamental procurar ajuda médica para avaliar a situação e a escolha da cura mais apropriada.

Tratamentos contra acne:

Existem diversos métodos para acabar com as espinhas, cada um proporciona o efeito de acordo com o tipo que aparece. No entanto, antes de recorrer aos tratamentos é necessário que haja uma prevenção. Para isso, mantenha a pele sempre limpa, hidratada e uma alimentação menos gordurosas e com baixo teor de açúcar e sódio.

Caso ainda assim, as incomodas espinhas aparecerem, então é hora de procurar uma ajuda. Por isso, listamos abaixo alguns tratamentos mais utilizados.

1- Acne grau 1:

Neste caso, como se trata de algo mais simples, o processo de cura é a base de loções e cremes. É importante o uso de sabonetes a base de enxofre para manter a pele limpa e sem oleosidade.

2- Acne grau 2:

É comum o uso de medicamentos tópicos a base de Tretinoína junto com um antibiótico. O uso do sabonete também é recomendado.

3- Acne grau 3 e grau 4:

Nestes casos, o medicamento é mais intenso e o dermatologista pode indicar o uso do Roacutan, pois se trata de situações mais agravantes.

4- Acne grau 5:

Como foi dito anteriormente, a acne grau 5 pode levar a pessoa a necessitar de cirurgia, porém, dependendo do caso, a utilização de remédios mais fortes pode aliviar os sintomas.

Apesar de existirem pomadas e medicamentos que podem acabar com as espinhas, é importante procurar ajuda médica, pois assim, você evitará que outros problemas mais sérios ocorram com o uso de produtos sem prescrição.

Gostou das dicas? Você faz algum tratamento interessante para curar a acne? Que tal compartilhar com todos no campo de comentários abaixo.



DEIXE UMA RESPOSTA

4 × 5 =