No mundo atual existem diversas doenças que assombram a população, principalmente em relação aos vírus que rondeiam nosso país. Atualmente, temos visto falar sobre a Zika Vírus, uma doença transmitida por um mosquito que pode afetar diretamente a mulher grávida, ou melhor, a criança que ela carrega. Por isso, hoje vamos falar um pouco mais sobre essa doença e os sintomas mais comuns.

O que é Zika Vírus?

A Zika Vírus é uma infecção causada pelo vírus ZIKV, transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, o Aede Aegypt. Sua primeira aparição foi registrada em 1947 quando foi encontrada em macacos da Zika, em Uganda, mas o primeiro caso em um ser humano foi em 1954, na Nigéria.

No Brasil, apenas neste ano de 2015, foram registrados os primeiros infectados, no Rio Grande do Norte e na Bahia. Os sintomas não são tão intensos quanto da dengue, no entanto, pode se tornar perigosos, caso a mulher infectada esteja grávida, já que o vírus pode desencadear outras doenças no feto.

O vírus não é transmitido de pessoa para pessoa, ocorre quando um mosquito pica alguém infectado, se alimentando do seu sangue e transmitindo o vírus para a sua próxima vítima.

Veja também:

Benefícios do azeite de oliva para a saúde

Como acabar com a Dor nas costas

Prevenção contra a doença de Alzheimer: conheça o inimigo e evite futuros ataques

Tratando a doença de Parkinson naturalmente

Ciclo de transmissão:

O ciclo ocorre assim: a fêmea bota os seus ovos em um recipiente com água. Assim que a larvas saem dos ovos, elas vivem na água por uma semana antes de se transformarem em mosquitos adultos que vivem aproximadamente 45 dias. Os sintomas da Zika vírus demoram de 3 a 12 dias para serem manifestados.

Raramente o vírus é transmitido em temperaturas abaixo de 16◦ C, sendo mais comum a procriação em temperaturas altas, se desenvolvendo em áreas tropicais e subtropicais. O mosquito mede menos de 1 centímetro e possui listras brancas no corpo e nas pernas. Costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde. A picada é indolor e não costuma coçar, fazendo com que o indivíduo não perceba o que ocorreu. Por ser um mosquito que voa baixo, as regiões mais picadas são: joelhos, panturrilhas e pés.

Principais sintomas:

Os principais sintomas da Zika Vírus são:

  • Febre em torno de 37,8 a 38,5 graus.
  • Dor nas articulações, principalmente nas mãos e pés, podendo apresentar inchaço no local.
  • Dor muscular.
  • Dor de cabeça e abdominal.
  • Erupções cutâneas, acompanhadas de coceiras.
  • Diarreia, podendo causar, inclusive, pequenas úlceras.

Zika Vírus - Sintomas
Zika Vírus – Sintomas

Tratamento:

Após ser diagnosticada, a pessoa deve se submeter a tratamentos. É comum, nestes casos o uso de anti-inflamatórios e analgésicos. No entanto, assim como acontece na dengue, o uso de medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (aspirina) ou que contenham substâncias semelhantes devem ser evitados, pois eles possuem efeitos coagulantes e podem causar sangramentos. Por não haver tratamento específico, os sintomas podem desaparecer depois de até 7 dias, contudo, se algum problema persistir, é recomendado voltar ao médico.

O melhor método é a prevenção, por isso, mantenha certos hábitos para evitar a proliferação do mosquito e assim, consequentemente, a transmissão desta e outras doenças causadas pela Aedes Aegypti. Dessa forma, tenha alguns cuidados como:

1- Evite água parada:

Como foi dito, o mosquito coloca seus ovos em água limpa e parada. Sendo assim, não deixe água parada em vasos de plantas, tampe a caixa d’água, remova água de garrafas, jogue fora pneus velhos, faça drenagem do seu terreno. Enfim, onde tiver acúmulo de água, faça a secagem, pois assim, o inseto não terá onde botar os ovos.

2- Coloque areia nos vasos de plantas:

Se você é uma dessas pessoas que adora ter plantas em casa, não esqueça que o vaso, assim como, o pratinho utilizado pode ter acúmulo de água, por isso, coloque areia, dessa forma, será impossível existirem larvas no local.

3- Coloque tela nas janelas:

A tela é uma excelente protetora contra o mosquito e outros insetos, pois ela evita que esses bichos passem pela janela, entrando em sua casa.

4- Use repelente:

Principalmente para as gestantes, os repelentes são fortes aliados contra o mosquito, evitando a picado.

Essa doença pode não ser tão grave, de maneira geral, quanto a dengue, no entanto, os sintomas são desconfortáveis e podem desencadear outros problemas. Por isso, tenha as precauções citadas acima e evite a proliferação deste mosquito. Assim, você protegerá toda sua família e sua casa.

Gostou das dicas? Então diga nos comentários o que você achou. E inscreva seu email logo abaixo para receber mais dicas e informações como essa.

 



DEIXE UMA RESPOSTA

12 + 18 =