A Canon, lançou este ano o seu tipo de gama no que corresponde às câmeras reflex – a Canon EOS 1D Mark II. Para você que é amante de fotografia, fique já conhecendo esta maravilhosa câmeras.

Curta a Proddigital Tecno no Facebook >>>

Canon EOS 1D Mark II – Tudo o que precisa saber

Como a própria designação indica, 1 de topo da marca e D de digital. Isso significa ser o expoente máximo da Canon no campo fotográfico, agora acompanhada pela insígnia Mark II que revela ser ‘apenas’ uma evolução do anterior modelo. Mas a ser sincera, pouco tinha a melhorar, facto evidenciado pela marca e motivo para se centrar em pontos fundamentais.

As semelhanças exteriores são evidentes, num formato onde se inclui a dupla pega, lateral e inferior, com respetivos botões que possibilitam manusear e virar a IDX ao ‘gosto’ da foto. Mas a sua construção muda. O corpo utiliza agora a um processo de fabrico que recorre a mais de 90% de magnésio, e pela primeira vez, fibra de carbono.

Estes materiais asseguram a robustez, durabilidade e fiabilidade equipamento. É um passo fundamental para uma máquina que consta da lista preferencial para profissionais que percorrem quilómetros, cobrem guerras ou se aventuram em palcos selvagens. Significa estar sujeita a muito pó, água e a óbvia pancada.

O corpo é grande, o que lhe permite acomodar todos os botões inerentes, sendo que alguns como o de controlo de exposição, foco ou até o joystick estão em duplicado para podermos aceder e personalizar a nossa fotografia, indiferente à posição em que se fotografa. Permite ainda um pequeno ecrã para informações de ficheiro e formatos de fotografia, e claro, um obrigatório LCD fixo para acedermos às funções, menus e visualização de imagens com 3 polegadas e ma densidade de 1.62 milhões de pixels.

Veja também:

Fotografia em 3D – Aprenda a tirar Fotos Incríveis em 3D

Congresso Livre de Fotografia – Acesso Ouro

Segue-se o desempenho, aspecto fulcral da Canon EOS 1D Mark II. Começou por acrescentar, e evidenciar, a maior rapidez no disparo, mercê do CFast 2.0, tecnologia que permite disparar qualquer coisa como 170 disparos em formato RAW contínuos. Vale-se da combinação entre dois processadores Digic 6+, que asseguram o dobro do desempenho.

Outro ponto fundamental é o sensor CMOS desenvolvido pela própria Canon com conta com desempenho otimizado. Ao invés de resoluções enormes  como nas 5DS, fica-se ‘apenas’ por um sensor de 20mpx de 35mm do tipo full frame. É enorme e recebeu alterações na captação de luz , correcção e maior amplitude de cor, assim como nos valores ISO. Exibe valores ‘assustadores’ de 100-51 200, proporcionando um desempenho em alta sensibilidade, reduzindo o ruído em velocidades ISO altas e baixas.

No campo do foco, a Canon EOS 1D Mark II também trás novidades. Porque, podemos ter uma boa máquina ou uma boa lente, mas uma foto desfocada é sempre uma má imagem. A marca responde com um novo AF, com um novo sensor de medição que utiliza infravermelhos e leitura RGB+IR, conseguindo chegar a 360.000 pixeis efetivos.

A Canon EOS 1D Mark II suporta aberturas máximas de f/8  em todos os 61 pontos, com a característica de poderem ser selecionados individualmente. Inclui 41 pontos AF tipo cruzado e 5 pontos AF tipo cruzado duplo, garantindo uma flexibilidade melhorada na focagem dos seus motivos, e um avançado AI Servo AF III+, um sistema melhorado de Seguimento e Reconhecimento.

A aposta no 4K também está patente nesta 1DX, pelo que é capaz de gravar a 60fps em resoluções 4096×2160, ou em Full HD até 120fps que nos permitem brincadeiras em câmera lenta. Nota para a saída de auscultadores, que permite monitorizar a qualidade de som, capturada em modo vídeo.

Veja também:

Vetorização de imagem para quadros – Transformar fotos reais em desenhos

UsBidi – O carregador inteligente de celular e tablet que está dominando o mercado tecnológico

A flexibilidade e fluxo de trabalho é obrigatória, e aqui entregue, e assegurada, pela porta SuperSpeed USB 3.0, à conectividade Gigabit através da porta Ethernet ou pelo opcional adaptador WFT-E8 Wi-Fi. Não está integrado na própria máquina e a razão em causa é a velocidade, não teria os parâmetros ‘necessários’ a esta máquina.  Como outras características encontramos, de novo, a possibilidade de utilizar cartões SD ou CF em simultâneo.

O universo de 83000 objetivas possíveis alargam as funcionalidades e possibilidades desta máquina.

E você, está ansioso por experimentar a Canon EOS 1D Mark II? Acha que vale o dinheiro de trocar a sua antiga? Diga para agente nos comentários.

Bet9 Eurocopa 2016



DEIXE UMA RESPOSTA

2 × 1 =