Como o jogo League of Legends está sendo preparado para detectar maus comportamentos dos jogadores através da implementação de um novo software e como isso pode mudar a sua vida online.

Algumas pessoas acreditam que jogos violentos têm um efeito relaxante após um dia difícil, já que elas podem escolher um personagem e extravazar seu nervosismo sem sofrer consequências. Será? Se você costuma se esconder atrás de um avatar para insultar e brigar com outros jogadores no jogo League of Legends, fique atento: você está sendo vigiado, e pode até ser punido!

Psicólogos e cientistas da empresa Riot Games estão trabalhando para eliminar problemas de bullying, uso de linguagem inapropriada e maus comportamentos que ocorrem no contexto do mais popular jogo online League of Legends. O algoritmo que está sendo desenvolvido é capaz de segmentar as falas dos jogadores e classificá-las como sendo positivas ou negativas, e, a partir disso, punir os jogadores que interagem de maneira indesejada e recompensar aqueles que se comportam bem.

Um dos desafios que se impõe ao funcionamento ideal desse algoritmo é analisar as informações de forma contextualizada. É verdade que, como em qualquer situação em que grupos de pessoas se encontram informalmente, os jogadores do League of Legends criam amizades através de brincadeiras e sarcasmos que, em outras situações, poderiam ser considerados ofensivos e agressivos. E não é novidade para ninguém que as máquinas não são muito boas em identificar ironias e sarcasmos (“Adorei esse algoritmo que detecta uso inapropriado de linguagem e me deixa sem liberdade para falar o que eu quiser!”).  Para resolver essa questão, a proposta é que, quando o sistema detectar que o jogador está se comportando mal, outros sistemas entrarão em ação para reforçar ou vetar o veredito. Esses sistemas irão comparar a atual acusação com o histórico de comportamentos do jogador arquivado pelo software, estabelecendo quais são as chances de que a avaliação neste caso esteja correta.

Para tentar melhorar a qualidade das interações entre os jogadores, a Riot está criando punições para persuadir os jogadores a modificar seus comportamentos. Por exemplo, ela pode exigir que os jogadores completem jogos fora do ranking sem incidentes antes de terem permissão para voltar a jogar os jogos que estão no topo do ranking. Além disso, a empresa também irá recompensar os jogadores que agem com respeito aos demais.

A empresa acredita que esse sistema de recompensas e punições melhoraram as “taxas de recuperação” de jogadores em até 92%. Os jogadores que já receberam alguma pena anteriormente, como a suspensão dos jogos superiores no ranking, são considerados “recuperados” quando evitam penas subsequentes por um certo período de tempo.

É provável que o algoritmo criado pela Riot seja compartilhado com outras empresas que enfrentam os mesmos problemas com os usuários de suas plataformas, comunidades e fóruns. Ao usar a Inteligência Artificial para monitorar o comportamento das pessoas online, é esperado que a web se torne um local com menos incidentes desagradáveis, como o bullying. Desta forma, com seu novo software, a empresa Riot pode ter criado uma espécie de antídoto contra a toxidade dos comportamentos online, dentro ou fora do jogo League of Legends.



DEIXE UMA RESPOSTA

11 − 3 =