O cenário da música brasileira é enriquecido com grandes nomes e composições que são aclamados em todo planeta e que ganharam espaço na mídia nacional e internacional. Assim, há diversos artistas que conquistaram seu lugar no mundo da arte, obtendo muitos fãs por onde passam, com suas canções e performance. Um dos cantores que alcançou sua posição e, hoje, é admirado por muitos é Zeca Baleiro. Por isso, vamos mostrar um pouco a trajetória deste músico ao longo de sua vida.

Zeca Baleiro:

José Ribamar Coelho Santos, mais conhecido como Zeca Baleiro, nasceu em São Luiz do Maranhão em 11 de abril de 1966. Seu nome foi uma homenagem ao santo dos maranhenses. Seu apelido foi dado devido ao fato de que o músico consumia muita bala entre as aulas quando cursava Agronomia. Sua paixão por essas guloseimas era tão grande que, antes de se dedicar à música, chegou a abrir uma loja doces. Ele chegou a fazer 1 ano deste curso e 1 ano de jornalismo, mas não conseguiu concluir nenhum deles, pois sua paixão pela arte foi mais forte.

Curta a Proddigital Música no Facebook e acompanhe mais dicas como essa >>>

A carreira:

Zeca Baleiro, saiu rumo as outras cidades brasileiras em busca dos seus sonhos e, assim, consagrar sua carreira. No início ele passou a fazer composições de trilhas para peças infantis de teatro, ganhando forte destaque devido suas letras. E seguida, chegou a morar em Belo Horizonte, onde passou a cantar nos bares da capital mineira. Suas músicas possuem uma mistura rica de gêneros, tendo influências do pagode, samba, rock e outros estilos. Quando foi morar em São Paulo, ele chegou a dividir um quarto com o cantor Chico César.

Antes de ser reconhecido no universo musical, ele trabalhou em outros ramos da arte na cidade da garoa. Dessa forma, ele fez diversos trabalhos alternativos, chegou a trabalhar em estúdio, realizando trilhas para teatro e dança. Passou a sobreviver destes serviços, ganhando uma valiosa experiência que influenciou sua trajetória para conseguir alavancar sua carreira.

Veja também:

Rock in Rio – o maior festival de música da América Latina

Tribalistas: O trio musical que durou apenas um álbum

Woodstock – Conheça um pouco a história de um dos mais conhecidos festivais de música do mundo

O início da sua trajetória rumo ao sucesso atual:

Apesar de ganhar muitas experiências com seus projetos paralelos, foi apenas no ano de 1997 que ele gravou seu primeiro disco intitulado “Por onde andará Stephen Fry?”, após 12 anos do início de sua carreira. No entanto, o sucesso começou a bater em sua porta depois que o músico fez uma participação no Acústico MTV da cantora Gal Costa com a canção “Flor da Pele” que atingiu projeção nacional. Além dessa participação, Zeca Baleiro, chegou a realizar diversas parcerias com músicos consagrados como: Seu parceiro Chico Cesar, Rita Lee, O Teatro Mágico, Zé Geraldo, Zé Ramalho dentre outros.

Depois do reconhecimento devido a este trabalho, ele gravou diversos disco. Em 1999, lançou o LP “Vô Imbolá” que trazia muitas músicas de sucesso como “Samba do Approch” e a música que recebeu o mesmo nome do álbum. No ano de 2000, saiu seu álbum “Líricas” que trazia uma versão da música “Proibida Pra Mim” da banda de rock Charlie Brown Jr.

Veja também:

Aprenda a tocar bateria e torne-se um profissional como o Bruno Graveto do Charlie Brown Jr.

No ano de 2002, foi lançado “PetShopMundoCão”, considerado por muitos críticos, o melhor disco do cantor. Neste álbum ele faz uma árdua crítica com a situação vivenciada pela população, comparando este temor com o seu medo por cachorros. De acordo com Zeca Baleiro, ele foi quase trucidado por um cão quando era criança, fazendo surgir seu receio com este animal. Conta ainda que, ao voltar das noitadas pelas ruas de São Paulo, chegava a fazer um caminho mais longo para não passar perto de residências com placas de “cuidado com o cão”.

A partir de então, Zeca Baleiro foi lançando um disco atrás de outro, conquistando cada vez mais destaque na música brasileira. Além da sua carreira musical, ele também chegou a lançar alguns livros de crônica, mostrando seus textos publicado em diversos jornais e revistas, além daqueles criados especialmente para o livro.

O cantor chegou a lançar um álbum, em 2015, homenageando o cantor e compositor Zé Ramalho quando este completava 40 anos de carreira. O disco recebeu o nome de “Zeca Baleiro canta Zé Ramalho: Chão de Giz Ao Vivo”.

Gostou da história de Zeca Baleiro? Então curta, compartilhe e deixe seu comentário. Diga qual música você gosta desse contor.



DEIXE UMA RESPOSTA

13 + 8 =