Com quase dois milhões e meio de habitantes, Havana é a capital cubana, assim como a maior cidade do país. Similarmente, o município está localizado na província Ciudad de La Habana (Cidade de Havana).

Ao visitar Cuba, a maioria dos turistas opta por conhecer a cidade e a consideram, certamente, “parada no tempo”. Ainda que, as ruas de Havana colocam o turista na realidade de um país socialista com pouco luxo e muita cultura. Além disso, os viajantes costumam conhecer, também, Varadero.

Acima de tudo, uma viagem pelo tempo em Havana

Inegavelmente, a sensação do turista que visita a cidade é voltar no tempo, mais precisamente nos anos 1950. Os carros nas ruas são antigos e coloridos, bem como as construções não tiveram grandes mudanças desde o período revolucionário. Essa mesma característica pode gerar uma impressão certamente ruim para os turistas que veem em Havana uma cidade abandonada, com prédios e ruas pedindo por revitalização.

Ao mesmo tempo, as formas de transporte na cidade também são interessantes. Sobretudo, os bicitáxis, que são bicicletas adaptadas para carregar passageiros.

A fim de chegar a Havana é possível pegar um voo no aeroporto de São Paulo que vai direto para a capital cubana. Assim sendo, a viagem é operada pela empresa Cubana de Aviación. Além disso, o transporte pode ser feito também por outros aeroportos como Porto Alegre, Belo Horizonte, entre outros. A viagem custa, em média, 850 dólares.

Alguns pacotes de hospedagem possibilitam ao turista conhecer os dois destinos mais procurados de Cuba: Havana e Varadero (com praias paradisíacas). De fato, esse combo perfeito de uma semana na região custa pouco mais de R$ 3.000,00.

Em suma, para quem prefere conhecer apenas Havana, uma pousada pode custar cerca de R$ 90,00, e os hotéis podem chegar a R$ 416,00 a diária.

Enfim, os pontos turísticos

Por consequência da beleza e singularidade, as ruas da cidade são pontos turísticos por si sós. No entanto, se for para especificar alguns lugares, pode-se começar pelo Museu da Revolução e o Malécon, que é a avenida beira-mar. Assim como as montanhas de Sierra Maestra são bastante procuradas pelos visitantes por terem sido o local de onde Fidel Castro comandou guerrilhas em meados do século XX.

Apesar de não ser precisamente na capital Havana, esticar o passeio até Santa Clara pode ser uma boa opção para os fãs de Che Guevara. Até porque, nessa cidade foi construído um memorial ao líder revolucionário.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here