Copa do Mundo - confira 8 fatos curiosos
IMAGEM: Divulgação / REPRODUÇÃO: Proddigital

A Copa do Mundo de 2018, a disputar na Rússia, começa em 14 de junho e será inevitavelmente um momento de concentração total dos torcedores de todo o planeta. Sendo a maior e mais simbólica competição de futebol do mundo (ainda que alguns afirmem que a Champions League europeia acaba sendo tão ou mais competitiva), é inevitável que os fãs sigam cada notícia com o maior detalhe. E os fãs são muitíssimos, pelo menos avaliando pelo 7º de nossos fatos curiosos sobre a Copa que mostramos a você nesse artigo!

Será que o Brasil vai conseguir apagar 2014 da memória? É certo que também conseguimos esquecer o embaraço de 1950. Você aposta em um bom resultado para o escrete? Esse será um período em que as apostas desportivas no Redbet ou em outros sites de apostas certamente crescerão, pelo entusiasmo dos fãs. A verdade é que a estatística brasileira é bem positiva. Confira em seguida.

Oito fatos interessantes sobre a Copa Mundial de futebol

O Brasil venceu 25% das Copas disputadas até agora, pois tem 5 vitórias em 20 edições.

Nosso país é também o único a conseguir disputar todas as edições desde a primeira, no Uruguai, em 1930. Pode se dizer que não tem Copa do Mundo sem Brasil. Pelo contrário, a Itália, tetracampeã mundial, e a Holanda, três vezes vice-campeã (a palavra “tri-vice campeã” seria aceita?) estarão ausentes da Copa da Rússia. Os Estados Unidos também, e dessa vez por motivos esportivos mesmo, ao contrário dos Jogos Olímpicos de Moscovo/1980 que eles boicotaram.

Apenas por 4 vezes um time conseguiu vencer todos seus jogos em uma Copa, e em 2 dessas ocasiões foi o Brasil a conseguir esse feito: em 1970 (6 jogos, 6 vitórias) e em 2002 (7 vitórias em 7 jogos, já com oitavas de final).

Mas nem tudo é positivo. Três países sul-americanos lideram a lista de cartões vermelhos mostrados em Copas do Mundo: o Brasil (11), Argentina (10) e Uruguai (9). Será sinônimo que participam muitas vezes e por isso se arriscam a ver o cartão com mais frequência, ou será também o sangue latino falando?

A Islândia ficará com o recorde de ser o país com menor população de sempre a participar. Um feito importante, pois significa que o país consegue um grande time com um amostra de potenciais jogadores reduzida. A Islândia tem cerca de 330.000 habitantes, um pouco mais que a cidade de Petrópolis/RJ.

Pelé, Klose e Uwe Seeler (estes últimos pela Alemanha) apontaram gols em quatro edições da Copa do Mundo. Na Rússia, vai ter 4 jogadores em condições de igualar isso: Tim Cahill, Rafael Márquez, David Villa e Cristiano Ronaldo.

Estimativas apontam para 3,2 biliões o número de pessoas que assistiram a Copa do Mundo de 2014, ou seja, cerca de metade da população mundial.

A Rússia nunca conseguiu ultrapassar a fase de grupos desde o fim da União Soviética, e portanto desde que assumiu sua forma atual. Assim aconteceu em 1994, 2002 e 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here