Tóquio é considerada o maior e mais importante centro financeiro do mundo. A metrópole, ou melhor, a megalópole é a capital do Japão e uma das 47 províncias que fazem parte do país.

A gigantesca e turística Tóquio

Tóquio está situada em Honshu (a maior das 4 ilhas do arquipélago japonês) e abriga aproximadamente 10% de toda a população japonesa com mais de 9 milhões de habitantes, enquanto a região metropolitana, o número cresce para 37 milhões e a torna a região mais populosa em todo o mundo.

Nela estão situados teatros, estabelecimentos comerciais e culturais que fazem de Tóquio uma cidade turística. Sua região histórica é um dos atrativos mais interessantes. Ela remete a um vilarejo de pescadores onde lutadores de sumo passeiam de bicicleta pelas ruas, além de ótima gastronomia, comércio de grifes famosas, baladas e tudo o que pode atrair visitantes.

As ruas de Tóquio contam um comércio que seduz o mundo com os melhores e mais modernos equipamentos tecnológicos fornecidos a preços razoáveis para todo o público visitante ou local.

Para quem planejou o passeio com crianças, Tokyo Disneyland é, de longe, o melhor destino. Além de ser sucesso em qualquer idade, é possível chegar ao parque de metrô. Também perto de Tóquio, em Yokohama há um parque aquático com aquário que faz bastante sucesso.

Os melhores meses para visitar Tóquio são de março a maio e também de setembro a novembro, quando o clima está mais ameno. As opções de hospedagem são variadas, assim como os preços, que podem oscilar a partir de R$ 249,00 a diária para um casal.

Japoneses no Brasil

A educação do povo japonês chega a ser invejável. Ao andar pelas movimentadas ruas, raramente se ouve sons de buzina ou se percebe presença de lixo nos caminhos. Pelo contrário, cada vez mais, Tóquio busca soluções sustentáveis para o futuro da região.

Ao visitarem o Brasil durante os jogos da Copa do Mundo, os torcedores japoneses deram uma pequena aula de educação e respeito. Ao final de cada jogo que assistiam, recolhiam todo o lixo por eles produzido e que, a maioria dos outros visitantes e até os próprios donos da casa, deixaram ali.

A exemplar ação foi flagrada pelas câmeras dos jornalistas no estádio e fez sucesso durante o mundial.

Site oficial: www.metro.tokyo.jp

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here