Muitas famílias possuem algum bicho de estimação para alegrar ainda mais a casa. Assim, é comum vermos pessoas com cachorros, gatos, peixes e, até mesmo, bichos diferentes como coelho e hamster. No entanto, há aqueles que gostam de animais exóticos, por isso, hoje, vamos mostrar oito espécies que podem ser criadas como animais de estimação nos lares brasileiros e internacionais. Se você é uma pessoa que procura uma dessas espécies, então não deixe de acompanhar a lista abaixo.

Animais exóticos criados no Brasil e no mundo:

1- Gerbil:

Gerbil

O Gerbil parece um hamster, no entanto, é considerado um tipo de esquilo. Assim, ele possui uma pelagem mais fina e o rabo peludo. Essa espécie possui hábitos noturnos, por isso, é importante não manter este bicho criado em lugares fechados, especialmente no quarto, pois costumam atormentar o sono dos seus donos. Para aquelas pessoas que são apegadas aos roedores, o Gerbil é um animal que se adapta ao local e pode ser criado sem qualquer problema. Além disso, o valor no mercado é baixo, sendo facilmente adquirido.

Veja também:

Adestrar Cachorro – Como educar seu cão

Ideias rentáveis de negócio com animais

2- Chinchila:

Chinchila

Falando em roedores, uma espécie muito dócil e silenciosa é a Chinchila. Seu nome veio através de uma tribo indígena, cujo nome é Chinchas, localizada no local onde o mamífero foi primeiramente encontrado, na Cordilheira dos Andes no século 16. Depois, eles passaram a ser comercializados em diversas regiões, inclusive no Brasil. Há muitos criadores no país, tornando o processo de compra rápido.

3- Teiú:

Teiu

Para quem gosta de animais exóticos com um aspecto mais distinto, os Teiú são uma ótima opção. Trata-se de uma espécie de lagarto, contudo, ele pode não se adaptar facilmente com os humanos quando não são criados desde pequeno. Quando consegue se acostumar com o ambiente e com as pessoas, eles se tornam dóceis e tranquilos. São boas companhias e adoram ovos, por isso, costumam invadir galinheiros.

Veja também:

Peixe Betta Saudável – Manual Completo

Top 10 – Os cachorros mais bravos do mundo

4- Jiboia arco-íris da Amazona ou Jiboia vermelha:

Jiboia arco-íris da Amazona

A maioria das pessoas tem verdadeiro pânico em relação às serpentes. O medo geralmente é tão grande que não costumam ver este animal nem em cativeiros, no entanto, por incrível que pareça, existem aquelas que não só amam as cobras como costumam criá-las dentro da própria casa. Este é o caso da Jiboia vermelha. Esta espécie é a mais recomendada já que possui um temperamento bastante reservado e tímido. Costuma ficar entre troncos, pedras e arbustos. Para criar este réptil, basta realizar um registro, depois disso, a pessoa obterá a licença para adquirir a cobra.

5- Sagui de pelo branco:

Sagui de pelo branco
IMAGEM: onordeste.com

O Sagui de pelo branco vive em abundância na Mata Atlântica e são tranquilos e brincalhões. Costumam viver até 10 anos e gostam de ser criados de maneira livre, por isso, apesar de ser liberado no Brasil, é comum percebermos a presença destes animais nas ruas, já que poucos ficam em cativeiros.

6- Hedge:

Hedge

O Hedge é um tipo de porco-espinho muito comum na Europa e nos Estados Unidos. Apesar disso, ainda é um tipo de animal proibido no Brasil. Entretanto, por se tratar de um animal calmo e por ser facilmente criado, já que se alimentam de ração de gato, existem muitas pessoas que passam a cria-los de forma ilegal. Esta prática pode acarretar sérias consequências, já que a pessoa estaria comentando um crime ambiental. Por isso, em locais que a comercialização de uma espécie é proibida, a melhor solução é procurar por bichos que sejam legalizados.

Veja também:

(Curso) Como Cuidar do seu Animal de Estimação

7- Fennec:

Fennec

A Fennec, conhecida também como Feneco, é uma espécie de raposa, sendo o menor dos canídeos extantes. Pode medir até 50 centímetros e pesar 1,5 kg. Esta raposa é originária do Sahaara e se alimentam de comida de gato, cachorro, verduras e frutas. Na natureza, costumam seguir uma dieta baseada em insetos e plantas. Trata-se de um animal brincalhão e divertido.

8- Sugar Gliders:

Sugar Gliders

Este curioso esquilo voador é muito comum nos Estados Unidos, na Europa e na Austrália. No Brasil, ele recebeu o nome de Petauro e poucas pessoas conhecem a sua criação. São animais muito fáceis de se obter, já que sua criação é simples. Costumam ser amigáveis e dóceis, além disso, conseguem reconhecer o seu dono e, até mesmo, o seu nome. O mais interessante é que eles dão intensos rasantes no ar, planando graciosamente.

Quais desses animais exóticos você quer na sua casa? Conte nos comentários abaixo. E deixe sua curtido e compartilhamento.

9 COMENTÁRIOS

  1. Perdoe-me, mas os teiús são lagartos nativos da América do Sul e algumas espécies são nativas do Brasil, portanto não podem ser criados sem permissão do IBAMA… é crime.

    • Olá Leonardo. Boa observação! Nós apenas passamos as dicas de animais que podem se adaptar em ambientes domésticos, sem especificar quais podem ser criados nesse ambiente com ou sem permissão do IBAMA.
      Obrigado. 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here