Você sabe como surgem as verrugas Descubra aqui!
IMAGEM: Tudoporemail/Pinterest

Inofensivas, às vezes incômodas, as verrugas consistem em pequenos tumores benignos da pele. Embora sejam comuns, muitas pessoas não sabem como surgem ou quais são seus tipos.

Sua presença pode até significar, em alguns casos, problemas sérios de saúde. As verrugas podem variar seu tamanho e formato de uma para a outra, além da textura que pode ser lisa ou mais rugosa. Saiba como surgem, quais os tipos e modo de transmissão dessas manifestações.

Como surgem as verrugas

As causas são inúmeras, pois elas são causadas pelo vírus HPV (Papiloma Vírus Humano) que ocasiona uma infecção na camada superior da pele, surgindo mais facilmente quando a pessoa já tem uma lesão no local. Também são bem comuns em áreas onde se costuma depilar regularmente.

É possível também que a manifestação se dê por transmissão de uma para outras pessoas através do toque, por piscinas/banheiros comuns ou até pelo sexo desprotegido. Além disso, é importante saber que uma pessoa não adquire imunidade se já as teve alguma vez verrugas pelo corpo.

Há também alguns fatores de risco que ocasionam as verrugas, como:

  • Crianças e adolescentes costumam sofrer lesões de pele com mais facilidade, tendo maior propensão a verrugas;
  • Pessoas com deficiência no sistema imunológico também tem uma probabilidade maior de ter verrugas.

Veja também:

Tipos de verrugas

As verrugas também podem aparecer no mesmo indivíduo em diferentes tipos, como:

  1. Verrugas anogenitais:

São as que se formam nas áreas genital, oral, anal e uretra. Em casos mais graves, podem obstruir toda a região genital. São de cor rosada e textura macia. Normalmente estão associadas a alguma DST.

  1. Verrugas filiformes:

De formato mais fino e alongada, surge especialmente nos lábios, rosto e pescoço de pessoas com idade mais avançada.

  1. Verrugas vulgares:

São as mais comuns em crianças e adolescentes, tendo formato arredondado ou irregular, com textura áspera.

  1. Verrugas subungual:

Mesmo aspecto das verrugas vulgares, porém apresentam-se embaixo das unhas.

  1. Verrugas planas:

Surgem geralmente na região do rosto, sendo proeminentes e macias. São formadas por um encontro de várias áreas elevadas da pele, de cor amarelada.

  1. Verrugas plantares:

Verrugas dolorosas acinzentadas e ásperas, que surgem na planta dos pés, mais conhecidas como “olho-de-peixe”. Embora sejam mais profundas, são benignas.

Possíveis tratamentos

Tratamentos de pele
IMAGEM: AlarconBenthos/Pixabay

Embora sejam benignas, em alguns casos são sinais de que seu corpo precisa de atenção. Seu tratamento deve ser feito com um dermatologista, pois os tratamentos caseiros podem agravar as lesões ou ocultar lesões mais graves.

Há um tratamento feito em casa, mas com supervisão médica, que é a aplicação de medicamentos. Geralmente é indicada a junção de ácido lático e ácido salicílico, que causa a descamação da verruga até a mesma ser curada.

Já no consultório médico, os tratamentos consistem em:

  • Ácido nítrico fumegante: sendo aplicado no local da verruga, geralmente em sessões quinzenais.
  • Crioterapia: sendo aplicado um spray de nitrogênio no local da lesão, para o “congelamento” da verruga. Esse modo chega a ser um pouco doloroso e pode demorar algumas sessões, mas com ótimo resultado.
  • Eletrocirurgia: a remoção da verruga é feita por bisturi que carboniza a lesão. Mesmo sendo necessária anestesia local, nesse tratamento os resultados são imediatos, com recuperação rápida.

Mas atenção! Se você possui verrugas em qualquer parte do corpo, não deixe de consultar o dermatologista do seu convênio médico, clínica particular ou do atendimento público para que o profissional possa analisar e recomendar o melhor tratamento.

curso vida equilibrada - por juliana goes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here