Inovações digitais no esporte: O crescimento das apostas online em futebol

Compartilhe:
amigos olhando para o tablet e segurando bola de futebol, apostas
Imagem: Freepik / gpointstudio

Há poucos anos, o brasileiro ganhou uma nova forma de mostrar sua paixão pelo futebol. As apostas esportivas online foram liberadas no Brasil em 2018, após um longo jejum de mais de 70 anos. As apostas esportivas foram proibidas no início do governo Dutra, nos anos 40, mas liberadas na modalidade online por Michel Temer, via medida provisória. O governo Lula sancionou a regulamentação do setor em dezembro de 2023.

Os números dão uma ideia da demanda reprimida. Só em 2023, o setor de apostas esportivas cresceu 135%; mais do que dobrou de tamanho. Entre 2020 e 2022, foram 360% de crescimento. Ou seja, trata-se de um mercado promissor, onde a popularidade e competitividade resultam em constantes inovações. Confira algumas delas aqui.

Apostas Esportivas e Tecnologia

Quando as apostas esportivas foram liberadas por aqui, já chegaram na modalidade online, com jogos ao vivo e acessíveis pelo celular. Isso não significa que não haja espaço para mais inovação. Afinal, o Brasil está prestes a se tornar o maior mercado regulamentado do mundo, neste setor. Enquanto empresas multinacionais disputam um espaço deste mercado, podemos esperar ainda mais novidades em apostas online futebol.

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o Brasil tem 1,2 smartphone por habitante. Ou seja, praticamente todo mundo tem um. Além disso, 98,9% dos brasileiros acessam a internet pelo celular.        Portanto, podemos esperar ainda mais aplicativos de apostas, com funcionalidades ainda mais convenientes e mais jogos ao vivo.

A inteligência artificial (IA) e a análise de dados já são essenciais para o setor e devem ganhar ainda mais espaço. Sites de apostas do mundo todo têm utilizado estas ferramentas na hora de elaborar seus mercados e ofertas. Os óculos VR ainda não são tão populares no Brasil quanto os smartphones, mas também vem aumentando seu fluxo de vendas. Podemos esperar também por mais jogos para assistir em VR e apostar ao vivo.

Impactos no Esporte

O desenvolvimento do mercado de apostas esportivas não tem consequências apenas para apostadores e empresas do ramo. Existem estudos que medem os impactos desta indústria gigantesca dentro dos campos e das quadras. De acordo com estatísticas divulgadas pelo presidente da MLB (Major League Baseball) dos Estados Unidos, um apostador tem muito mais potencial de engajamento do que um torcedor normal.

Apostadores têm uma probabilidade 36% maior de comprar um ingresso, 30% mais chance de ler um artigo relacionado à MLB. As odds também estão do lado dos apostadores na hora da transmissão: é 40% mais provável que um apostador busque um serviço de streaming ou transmita um jogo ele mesmo, através do seu celular. Portanto, o aumento no número de apostadores tem impacto direto na audiência de um determinado esporte.

A nova lei sobre apostas esportivas sancionada pelo governo Lula prevê a taxação de 15% sobre o lucro líquido destas apostas. O Ministério dos Esportes receberá 36% deste valor, devendo repassar 7,3% da sua fatia aos atletas brasileiros e clubes registrados no Sistema Nacional do Esporte.

As secretarias estaduais de esporte também receberão uma parcela de 0,7% do Ministério dos Esportes, devendo repassar este valor também para as secretarias municipais. Dessa forma, a Lei das Bets busca trazer mais transparência para o setor e redistribuir parte da arrecadação de impostos em benefício da comunidade esportiva.

Olho No Lance

Com tanto dinheiro circulando, manter a integridade do jogo nem sempre é uma tarefa fácil. Frequentemente, nos deparamos com denúncias de corrupção envolvendo apostas, onde atletas e funcionários negociam ou utilizam informações privilegiadas para enriquecer. No ano passado, a NFL suspendeu 10 jogadores por estarem envolvidos em apostas, sete deles, por tempo indeterminado.

Em abril de 2023, o Ministério Público de Goiás iniciou a segunda fase da operação “Penalidade Máxima”. A operação investigou uma quadrilha que aliciava jogadores do Campeonato Brasileiro para manipulação de resultados mediante pagamento. A Lei Geral dos Esportes prevê pena de prisão de dois a seis anos para quem for condenado por manipulação dos resultados. No Senado, discute-se a ampliação da pena para quatro a 12 anos.

Para coibir tais casos, uma iniciativa conjunta do Ministério da Fazenda, casas de apostas  e provedores de tecnologia, criou a ABRADIE (Associção Brasileira de Defesa da Integridade no Esporte). A ABRADIE pretende utilizar tecnologia de rastreamento de ponta durante os jogos, monitorando em tempo real, a flutuação das odds em diversos sites de apostas. Caso haja uma flutuação fora do normal em uma delas, um alerta é acionado, para que a ocorrência seja investigada.

Fim de Jogo

Sem dúvida, a manipulação de resultados retira a credibilidade de qualquer esporte. No entanto, espera-se que penas mais duras e tecnologia avançada coíbam futuros casos. A Lei das Bets também prevê a anulação de resultados e apostas comprovadamente manipuladas. Ou seja, você pode curtir suas apostas com segurança!

betmotion
betmotion
betmotion
As informações deste conteúdo são de inteira responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do Proddigital.
Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Proddigital
Logo
Redefinir Senha
Nós usamos cookies e outras tecnologias, conforme nossa Política de Privacidade, para você ter a melhor experiência ao usar o nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições.