Plano de carreira
Imagem: Gerd Altmann/Pixabay

Você já parou para pensar se possui um plano de carreira bem definido ou ainda não analisou o caminho que quer trilhar na sua vida profissional?

Ter um plano de carreira é muito importante para quem deseja ter uma vida profissional de sucesso, mesmo que ainda não saiba o que quer. O plano vai te ajudar a visualizar onde você quer estar em alguns anos e por isso é tão importante discutir este assunto.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas importantes para que você aprenda mais sobre plano de carreira, quais os tipos existentes e como começar a montar o seu para ter uma direção concreta a seguir.

O que é um plano de carreira?

Um plano de carreira é um caminho detalhado de onde um profissional deseja chegar em sua vida. Ele é importante para ter uma visão maior da situação e desenvolver estratégias para conseguir chegar mais longe na carreira.

Quando definido o seu plano, um profissional tem ampla visão de quais são as suas metas, onde quer chegar e quais são os próximos passos depois de alcançar cada uma de suas metas.

Atualmente existem cinco tipos de planos de carreira definidos:

  • Plano de carreira horizontal
  • Plano de carreira em linha
  • Plano de carreira paralelo
  • Plano de carreira em Y
  • Plano de carreira em rede

Mas antes, vamos saber um pouco sobre a importância de um plano de carreira para um profissional e também para a empresa?

Plano de carreira, empresa, desenho seta
Imagem: Gerd Altmann/Pixabay

Veja também:

5 carreiras profissionais que estão bombando no momento

Conheça a história de 5 profissionais que se tornaram inspiração

A importância do plano de carreira

Sabemos que no decorrer dos anos muita coisa pode mudar, tanto no mercado, quanto no seu emprego e também na sua personalidade. Ainda assim, isso não é motivo concreto para não ter um plano de carreira e conseguir os objetivos exatamente iguais ou parecidos com os propostos no início.

Saber mais sobre o seu plano é importante até mesmo para tomar decisões caso os cenários mudem. Por isso, o plano nada mais é do que um norte para a sua vida profissional.

Além disso, para construir um plano do zero é preciso muito autoconhecimento e esse é um fator valioso em caso de grandes mudanças no meio do caminho. Por isso, saiba mais sobre você e o que move a sua carreira profissional.

Para empresas, o plano de carreira é importante por conta do investimento que elas fazem em pessoas. É necessário que a empresa forneça muito mais do que o salário e sim a possibilidade de crescimento para que o colaborador se sinta motivado em construir um futuro lá dentro.

Várias setas
Imagem: Gerd Altmann/Pixabay

Quais os tipos de plano de carreira existentes?

A seguir vamos ver quais as modalidades que existem para que você possa se identificar e tomar a decisão mais certa.

Plano Horizontal

Para muitos, o horizontal não deve ser chamado de plano de carreira, mas ainda assim ele é uma realidade, principalmente em empresas de gestão horizontal. Ele não conta com a possibilidade de ascensão de nível, uma vez que a empresa trabalha com cargos na forma horizontal.

O que há neste plano é a troca por um cargo com tarefas diferentes ou parecidas, mais responsabilidade e, é claro, melhores benefícios e aumento de salário.

Para pessoas que buscam este plano de carreira, o ideal é diversificar suas habilidades, mirando nos cargos que deseja ocupar para se desenvolver melhor dentro da companhia.

Plano em linha

Este é o modelo tradicional em que se segue uma linha hierárquica de promoções. Em muitos casos, a promoção vem por tempo de serviço ou produção. Aqui o colaborador é preparado em cada estágio para ser capacitado para exercer o próximo.

O plano em linha é muito comum em empresas de gestão vertical, onde cada nível de cargo é bem definido e você deve seguir o caminho que dificilmente vai terminar em um cargo diferente.

Plano paralelo

No plano de carreira paralelo um colaborador que se mostrar capaz pode atingir um cargo final dentro do plano em linha, sem necessariamente o seguir do início ao fim.

No entanto, isso só deve acontecer caso o colaborador esteja seguindo outra linha de carreira, que não terminaria no mesmo cargo. Por isso, ele precisa seguir o seu plano paralelo inteiro até que tenha a oportunidade de conseguir o cargo mais alto.

Plano em Y

O plano em Y propõe que o colaborador siga inicialmente o mesmo plano proposto para todos e que em determinado momento da carreira sofra uma bifurcação entre cargos gerenciais e cargos de especialistas.

Isso acontece porque muitas pessoas se destacam em seu trabalho, mas não necessariamente apresentam capacidade para liderar. Por isso, todos seguem o mesmo caminho até que chega o momento de decidir em qual tipo de cargo o colaborador se encaixa melhor.

Esse modelo propõe que todos tenham a oportunidade de trabalhar e se desenvolver em cargos menores, tendo depois a oportunidade de ascender em cargos de gestão ou especialista técnico.

Com isso, ambos os lados saem vencedores, em cargos que se encaixam no seu perfil e que não prejudicam nem a carreira, nem os resultados da empresa.

Plano de carreira em rede

O plano de carreira em rede propõe que o colaborador tenha uma liberdade maior na escolha do seu cargo e que isso não prejudique o seu caminho até o objetivo final para todos.

Com isso, o profissional tem o direito de escolher o cargo que mais se identifica e só avança quando mostra resultados e habilidades na área. Assim são escolhidos os melhores de cada setor para cargos de especialistas técnicos ou de gestão.

Este modelo é parecido com o plano em Y, mas conta com a diferença de que os profissionais não precisem partir do mesmo cargo para terem chances de acabar nos cargos maiores que são o objetivo de todos.

Dicas para montar um plano de carreira

Para montar o seu plano de carreira você precisa vivenciar experiências e trabalhar o seu autoconhecimento. Assim você vai encontrar formas de descobrir o que pode ser melhor para o seu perfil.

Sabemos que muitas empresas já possuem planos de carreiras estruturados, mas e se você decidir empreender por conta própria? Por isso, siga as dicas abaixo para montar um plano de carreira ideal para o seu perfil profissional.

  • Trabalhe o autoconhecimento
  • Viva experiências extracurriculares
  • Trabalhe como freelancer
  • Consiga um emprego de estágio ou trainee
  • Descubra quais são seus pontos fracos
  • Descubra suas melhores habilidades
  • Desenvolva novas habilidades e competências
  • Saiba onde você quer chegar além do profissional

Com essas dicas em prática você será capaz de responder muitas perguntas sobre o seu plano de carreira ideal. Integre o seu pensamento profissional ao seu pessoal para ter a certeza de que o seu plano está de acordo com os seus valores.

Conclusão

Os tipos de plano de carreira que apresentamos são utilizados dentro das empresas e pode servir de modelo para você criar um plano pessoal. Com essas informações, você já se considera capaz de entender qual plano o seu perfil profissional mais se identifica?

Da mesma forma, é possível também que você crie o seu próprio plano, se baseando nesses que foram apresentados. Com isso, você pode personalizar o seu de acordo com o que é mais importante para cada etapa da sua vida.

Procure escrever todos os seus anseios profissionais e pessoais para que eles sigam o mesmo caminho. Uma das maiores causas da mudança drástica de carreira é a falta de conciliação com os desejos pessoais.

Embora a troca de carreira seja libertadora, ela também pode ser cansativa, então procure se conhecer melhor para montar um plano mais certeiro e que irá te satisfazer no longo prazo.

Gostou de saber mais sobre os tipos de plano de carreira? Deixe o seu comentário e não se esqueça de compartilhar este assunto em suas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui