O que o escritor Sidney Sheldon, o ator Harrison Ford e a ex-Secretária de Estado Hillary Clinton têm em comum? Todos nasceram em Chicago, a cidade mais populosa do estado de Illinois, sede do Condado de Cook e terceiro município mais habitado dos Estados Unidos.

Com 2,7 milhões de habitantes, Chicago se destaca como polo industrial na área das telecomunicações. É um dos mais importantes centros de negócios e finanças do país, classificando-se no ranking dos 10 melhores do mundo pelo Índice de Centros Financeiros Globais.

Possui, ainda, o quarto maior PIB (Produto Interno Bruto) entre áreas metropolitanas internacionais. Mas não são apenas os índices econômicos positivos e os arranha-céus que caracterizam a cidade. Chicago também é lembrada por seus belos parques e museus.

A cidade de Chicago além do polo industrial

Aos que não temem a altura, a dica é o Sears Tower, edifício de 443 metros e 110 andares. Construído em 1974, o prédio já foi considerado o mais alto do mundo, superando, inclusive, as Torres Gêmeas. Hoje, no entanto, o Sears Tower é a segunda construção mais alta do globo, apesar de continuar a mais alta do Ocidente, já que o Petronas Tower, em Kuala Lumpur, Malásia, assumiu o posto de mais elevado prédio do planeta, com 451,9 metros. O Museum Campus, por sua vez, abriga três dos mais notáveis museus da cidade, todos dedicados às ciências naturais.

Entre os atrativos turísticos locais, destaca-se o Millennium Park, parque de quase 100 mil metros quadrados, próximo ao Lago Michigan e ao Navy Pier, ponto número um em visitação na cidade.

Uma cidade linda e cultural

Grant Park, datado de 1844, e Buckingham Fountain, uma das maiores fontes do mundo, também são tidos como parada obrigatória para quem passa por Chicago. Outra opção é a Magnificent Mile, zona que atrai por sua arquitetura, ademais de sua gama de lojas e restaurantes requintados.

Por fim, o The Art Institute of Chicago é mais um atrativo que vale ser conferido: trata-se do segundo maior espaço de exposição de arte dos Estados Unidos, menor apenas que o Metropolitan Museum of Art, de Nova Iorque. O local reúne mais de 26 mil obras de arte, exibindo mais de cinco mil anos de material artístico humano, considerando, também, que abriga algumas das mais importantes coleções do impressionismo mundial.

Em suma: seja por seus invejáveis indicadores, seja por suas possibilidades turísticas, Chicago mostra que os Estados Unidos não se resumem apenas a Califórnia, Orlando ou Nova Iorque.

Site oficial: www.cityofchicago.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here