Copa América 2021 - Quais são as novidades para a edição

A Copa América 2021, que completa 104 anos neste ano de 2021, é a principal competição de futebol entre as seleções sul-americanas.

Os favoritos continuam sendo os mesmos. Confira na NetBet casino o que as apostas dizem.

Estarão presentes as dez Associações Nacionais Membros da CONMEBOL: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Em 2016, foi realizada uma edição especial em comemoração ao centenário da competição. Nesse caso, o Chile levou para casa o troféu, a mesma equipe que também levou em 2015.

Uruguai e Argentina lideram a classificação histórica da Copa América, com 15 e 14 títulos conquistados respectivamente. Os dois países também estarão na edição deste ano, que conta com Catar e Austrália (pela primeira vez) como times convidados.

Novo formato da Copa América 2021

A Copa América 2021 terá um formato completamente diferente do que conhecíamos, e como não há países convidados como nas ocasiões anteriores, a CONMEBOL não teve escolha a não ser fazer divisões entre as equipes para chegar a um campeonato comum.

  • Por que apenas dois grupos são tocados?

Para a realização desta Copa América o que se fez foi dividir geograficamente os grupos, sinto a parte sul do Grupo A e a parte norte B. Por outro lado, os grupos serão pentagonais e não haverá mais países convidados como normalmente faz a CONMEBOL.

Quatro times se classificam de cada grupo, restando um total de oito classificados para as oitavas de final e garantindo que cada time jogue pelo menos quatro partidas. Somando tudo, acabam sendo 28 jogos no total na competição, dois a mais que nas edições anteriores.

Premiação maior que os outros campeonatos

A Conmebol anunciou o suculento prêmio que ganhará o campeão, o vice-campeão e cada um dos participantes da Copa América 2021. Segundo o site oficial do evento, a equipe que obtiver o título embolsará um prêmio de 10 milhões de dólares, após aprovar um Aumento de 2,5 milhões em relação à edição anterior do torneio. Esse valor se soma aos 4 milhões de dólares que cada seleção recebe pela participação, na preparação e na logística.

Também veja as novidades e datas dos jogos na NetBet Sport. Conhecerá as melhores cotas para apostar na canarinha.

Vacinação para as seleções da Copa América 2021

A Conmebol anunciou que receberá um lote de 50 mil doses de vacina contra a Covid-19 que foi doada à entidade pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech.

Em nota, a Conmebol afirmou que os responsáveis pela direção jurídica e médica de cada confederação nacional se reuniram virtualmente com a entidade para finalizar os detalhes legais, organizacionais e logísticos da vacinação para o futebol sul-americano.

Segundo a entidade que rege o futebol na América do Sul, a prioridade é vacinar jogadores, comissões técnicas, árbitros e funcionários envolvidos na organização da Copa América 2021.

Ainda de acordo com a confederação sul-americana, a vacina não será obrigatória, e o jogador que optar por não ser vacinado não será penalizado ou excluído das competições

Árbitros europeus na Copa América

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, celebrou que o torneio terá equipes de arbitragem europeias. Segundo ele, a medida foi tomada para promover um intercâmbio entre sul-americanos e europeus, já que a UEFA também escalará juízes latinos na Eurocopa 2021.

Depois de anunciar a lista dos árbitros que dirigirão os jogos da Copa América 2021, a Direção de Árbitros da Conmebol confirmou que, pela primeira vez na história, este evento contará com a presença de árbitros europeus após uma aliança com a UEFA.

Do mesmo modo, foram selecionados mais de 10 árbitros como apoio em caso de qualquer eventualidade ou impossibilidade de comparecimento de algum dos árbitros da UEFA.

Quem são os árbitros da Copa América 2021

Quatorze árbitros centrais dirigirão as 28 partidas da Copa América. Na América do Sul, foram convocados os argentinos Néstor Pitana e Patricio Loustau; o boliviano Gery Vargas. Os brasileiros Wilton Sampaio e Raphael Claus; o chileno Roberto Tobar; os colombianos Wilmar Roldán e Andrés Rojas; o equatoriano Guillermo Guerrero; o paraguaio Eber Aquino; o peruano Victor Hugo Carrillo; o uruguaio Esteban Ostojich; e o venezuelano Alexis Herrera.

Nessa lista, destaca-se o árbitro espanhol Jesús Gil Manzano, no seguimento do acordo de cooperação entre a Conmebol e a UEFA. Ele será auxiliado pelos seus compatriotas Diego Barbero Sevilla e Ángel Nevado Rodríguez. Do VAR, de Ricardo De Burgos e José Luis Munuera Montero.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui