Como fazer um vídeo animado
Imagem: HectorPertuz/Depositphotos

Há muito tempo vídeos animados vêm tomando conta da internet, mudando a forma como as pessoas comunicam suas ideias, com uma proposta mais dinâmica e rápida para este mundo tão veloz. Seria um ótimo investimento de tempo para aprender essa nova tendência.

Veja redes sociais como TikTok ou as opções de Reels e Stories do Instagram e notará o quanto essa forma de comunicação em vídeos animados e dinâmicos são populares e dão resultados.

Aqui estão algumas estatísticas para entender o impacto dos vídeos:

Se convenceu do quanto os vídeos animados são nova forma de comunicação com o público?

Agora vamos a esse passo a passo para você entender mais:

Defina seu público

Antes de qualquer estratégia de Marketing, é obrigatório saber com que público irá lidar. Então, naturalmente, tenha uma ideia clara de quem você quer atingir com um vídeo animado.

Escreva um roteiro

Novelas, filmes, séries, peças de teatro e mais nem existiriam se não tivessem um roteiro. Imagine se pusessem atores e elementos aleatoriamente e deixassem que qualquer coisa ocorresse. Não ficaria legal, não é?

“Ah, mas eu só quero fazer um vídeo animado simples para promover meu produto.”

Mesmo que seu vídeo não envolva uma história complexa, sem atores ou muitos elementos, é sim importante ter um roteiro para o seu público gostar e entender o conteúdo que você quer promover.

Primeiro de tudo, é necessário refletir sobre o quer passar através do vídeo animado. O que quer que o público saiba, o que quer que o público fique interessado. E a partir destas reflexões, faça um pequeno mapa mental do que quer que apareça no vídeo. Um pequeno resumo de tudo.

Lembre-se, como um vídeo animado dinâmico, deve envolver o público através da comunicação rápida.

Assim que tiver todos os pontos do vídeo em sua mente, é hora de passar isso para o papel de uma forma mais ilustrada: fazendo o Storyboard. Que diabos é isso?

O Storyboard funciona como uma história em quadrinhos, que serve para ter uma imagem desenhada dos quadros que vão aparecer no seu vídeo animado. Não tem habilidade para desenhar? Não tem problema! Há várias ferramentas online e práticas para fazer um bom e explicativo Storyboard.

Roteiro pronto e vivo em sua mente? Storyboard também? Vamos ao próximo passo:

Estilo do vídeo animado

Há uma variedade de estilo de vídeo, mas isso pode complicar na hora de escolher apenas um estilo, já que nem todos podem servir para a sua ideia ou mesmo para o público alvo.

Segue uma lista dos estilos que você pode usar:

2D

O estilo 2D de vídeos animados é o mais utilizado, logo, o mais conhecido. Como o próprio título diz: 2 Dimensões. É o tradicional desenho animado que assistíamos na infância. E essa tradicionalidade promove nostalgia, explorando o lado emocional do público (consciente ou inconscientemente).

Quadro em branco

É um estilo de vídeo animado simples, mas criativo. Esse é o melhor estilo para quando se quer fazer um vídeo explicativo.

De forma prática, esse vídeo é feito apenas com a imagem de um quadro em branco e com o passar do vídeo, elementos como desenhos, frases e pequenas imagens aparecem para ilustrar o que o locutor fala. Muitas vezes, aparece uma mão segurando um pincel e escrevendo sobre o quadro, dando a impressão de aula.

Por isso, esse estilo de vídeo é usado para um propósito mais educacional e explicativo.

Tipográfico

Como próprio nome diz, esse estilo faz uso de montagens baseadas em textos para passar uma ideia. Por exemplo, em vídeos musicais, onde aparecem as letras da música. Note que há movimento, letras de diferentes tamanhos e fontes, além de um ritmo específico.

Junto e misturado

Este estilo é nada mais nada menos que a mistura entre todos os estilos citados anteriormente. É claro que existem vários outros estilos a serem explorados, porém, estes são os principais e os mais viáveis.

Misturar os diferentes estilos de vídeo animado pode ser trabalhoso, mas o resultado é benéfico para atrair público.

Agora é só animar

Preparado para pôr a mão na massa?

Depois de ter feito o roteiro e Storyboard e ter escolhido o estilo de vídeo animado, agora é só pôr em prática tudo o que pensou. Não sabe o que fazer agora? Calma, que há soluções!

Contrate alguém ou alguma empresa

A forma mais fácil de fazer e publicar seu vídeo animado é contratando alguém para fazer isso por você.

Pode ser uma empresa terceirizada ou mesmo um freelancer, que podem ser encontrados em várias plataformas como Workana, Freelancer, 99Freelas e outros.

Embora seja uma boa opção, já que você não despenderá tanto tempo aprendendo a utilizar diferentes ferramentas é necessário muito investimento, além de recrutar as pessoas certas, demandando tempo de análise de portfólio e mais.

Deixe de preguiça e faça você mesmo

O título é autoexplicativo.

Para você mesmo fazer um vídeo animado é preciso sim de ferramentas corretas e conhecimento para isso. Talvez esses requisitos você tenha, porém, com tantas inovações nesse meio, hoje em dia é possível fazer seus próprios projetos sendo apenas leigo em tecnologia.

Há vários softwares e até mesmo programas online (com acesso no Navegador) que podem te auxiliar em fazer seu vídeo animado:

  • Muvisu

Muvisu é um exemplo de programa online onde o usuário pode criar personagens em 3D e outras animações de forma simples e intuitiva.

  • WhatFix

Esta ferramenta é perfeita para quem quer criar conteúdo educacional e explicativo.

  • VidClipper

O criador de vídeo VidClipper é considerado o melhor editor de vídeo de 2020. Assim como as outras ferramentas, é de fácil uso e profissional. Além disso, o software oferece variadas opções de músicas, animações, filtros, transições e efeitos de sobreposição, e permite criar vídeos gratuitos para o YouTube.

Este é um pequeno passo a passo para você fazer seus próprios vídeos animados! Claro que é só o começo e logo mais esse artigo estará ultrapassado.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui