Linha de comandos

A linha de comandos é um aplicativo de texto disponível em todos os sistemas operacionais, que possui o objetivo de interagir com os arquivos em seu computador.

Através da linha de comandos é possível realizar todas as tarefas que se encontram na interface gráfica do sistema operacional. Tal como o Windows Explorer para o Windows ou o Finder no Mac.

Pode ser utilizada em ambiente profissional de administração de sistemas, ou em uso pessoal para executar e resolver ações quando algo não funciona corretamente.

A linha de comandos também é conhecida por cmd, console, terminal, CLI ou prompt.

A sua história

A linha de comando já existe desde o início dos computadores, pois no passado todos funcionavam apenas através do terminal.

Nos primeiros tempos quando os computadores chegaram aos usuários para uso pessoal, ainda não existia o mouse nem as janelas de aplicativos. Tudo funcionava através do terminal com recurso a comandos apenas.

Através da evolução tecnológica ao longo dos anos, uma interface mais simples e amiga do utilizador (user friendly) surgiu com o objetivo de facilitar o uso do computador.

Já passaram muitos anos desde que evoluímos da simples interface de linha de comandos para a interface gráfica. Ainda assim, esta funcionalidade já provém desde os anos 70 e permaneceu até hoje.

Por que existe?

Atualmente todos os sistemas operacionais possuem uma interface de comandos pois esta permite realizar operações de forma mais leve e rápida em certos casos.

O terminal era utilizado nas versões anteriores ao Windows e ao MacOS que conhecemos hoje. Estes sistemas antes eram conhecidos por MS-DOS e Apple DOS.

Dessa maneira, a linha de comandos permaneceu nos sistemas operacionais atuais para que os usuários que utilizavam esses sistemas anteriores se consigam adaptar.

Embora nessa altura a linha de comandos fosse a única hipótese a utilizar, devido às limitações tecnológicas, era na realidade a melhor opção pois permitia acessar diretamente ao núcleo da memória e usufruir de uma automação de procedimentos e processos.

Assim, embora todos os seus comandos tenham sido transformados em uma interface gráfica, este console de comandos ainda se encontra disponível para os usuários mais avançados e desenvolvedores de software.

Linha de comandos no Windows

Embora exista uma grande evolução do MS-DOS para o Windows que conhecemos atualmente, a linha de comandos permanece igual.

Hoje em dia esta funciona muitos comandos úteis, inclusive com a poderosa PowerShell.

linha-de-comandos-windows

É uma das melhores ferramentas para realizar tarefas de gestão e configuração do computador.

Para abrir a linha de comandos, basta abrir o menu inicar (Botão Windows) e digitar cmd. Também é possível encontrar se pesquisar por linha de comandos.

cmd

Linha de comandos no MacOS

Tal como já foi descrito acima, no sistema operativo da Apple a linha de comandos é conhecida por Terminal.

No sistema operacional MacOS é possível que o terminal já se encontre disponível como atalho. Para o encontrar basta acessar Aplicativos > Utilidades > Terminal.

terminal

Ainda assim, pode pressionar no seu teclado o Command + Space para abrir o Spotlight e digite Terminal.

Linha de comandos no Linux

O terminal de comandos pode ser encontrado na tela de ambiente de trabalho, embora seja possível de o abrir pressionando CTRL + ALT + T.

O seu uso atualmente

Nos dias de hoje, os comandos disponíveis na linha de comando não são mais necessários aos usuários mais comuns, mas continuam a ser úteis.

Muitos desenvolvedores de software, administradores de sistema e usuários avançados ainda dependem das interfaces de linha de comando para executar tarefas com mais eficiência.

Seja para configurar a sua máquina ou acessar a programas e recursos que já não estão disponíveis por meio de uma interface gráfica.

A grande desvantagem da linha de comandos é que esta exige a memorização de todos os comandos diferentes, sendo que são bastantes.

No entanto, uma das melhores vantagens da linha de comandos é a sua automação.

Por exemplo, a tarefa de alterar o nome de milhares de arquivos em uma diretoria pode se tornar bastante demorada se for realizada através da interface gráfica do Windows.

Mas quando realizada através do terminal, esta tarefa pode ser executada com um comando apenas, em poucos minutos.

Também quando algo corre mal, como uma impressora que não permite cancelar uma impressão, pode ser utilizada a linha de comandos.

Quase todas as tarefas que podem ser realizadas através da interface gráfica, podem ser também realizadas com a linha de comandos.

Embora a maioria das tarefas que um usuário comum realiza no computador sejam facilmente executadas através da interface gráfica, existem muitas outras onde se ganha vantagem ao utilizar o terminal.

Num uso mais profissional, podem ser desenvolvidos Bash Files e Shell Scripts para criar um arquivo executável que efetue a tarefa pretendida.

Exemplos de comandos

Comando (Windows) Comando (Linux / MacOS) Descrição
exit exit Fecha o terminal
clear clear Limpa a tela do terminal
cd pwd Mostra a directoria atual
dir ls Lista os arquivos e pastas na directoria
mkdir mkdir Cria uma nova pasta
copy cp Copia um arquivo para outra directoria
(comando) /? man (comando) Mostra o manual do comando

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − 18 =