Grêmio e Internacional empatam 0x0 na Libertadores em Grenal com 8 expulsões
foto: Jeferson Guareze/AGIF

Desde o sorteio dos grupos da Libertadores no final de 2019, onde foi criada a possibilidade de um Grenal na fase de grupos, a espera e expectativa pelo jogo só aumentou conforme o tempo passava. E a primeira vez que Grêmio e Internacional jogaram pela principal competição sul-americana teve tensão, chances criadas, briga generalizada no final e nenhum gol.

Com o empate, os times ficam empatados com 4 pontos. O Internacional lidera o Grupo E, pelo saldo de gols, e o Grêmio surge logo atrás, na vice-colocação. Contudo, os brasileiros viram América de Cali se aproximar, após vencer a Universidade de Cali fora de casa.

A batalha sul-americana de Grêmio e Internacional

Talvez “batalha” seja o principal sinônimo do primeiro confronto Grenal na história da Libertadores. O jogo que se desenhava para um empate bem movimentado com muitas bolas na trave, terminou em pancadaria entre os jogadores e 8 expulsões.

Os mais de 50 mil gremistas que fizeram uma bela festa na Arena Grêmio, viram os donos da casa começarem o primeiro tempo de forma bem intensa e ofensiva, quase abrindo o placar com Geromel.

Contudo, depois de um bom início do Grêmio, o Internacional começou a controlar as principais ações. Assim, com a posse de bola e trocando mais passes, o Colorado foi para o intervalo melhor e podendo, até mesmo, estar na frente do placar.

No segundo tempo, o jogo que já era disputado, ficou ainda mais. O Grenal começou a “pegar fogo”. Jogadas mais ríspidas e divididas fortes foram alguns dos principais momentos.

Apesar da partida mais dura, dois lances bem importantes poderiam ter mudado o destino final do jogo. O Internacional, após uma bela triangulação, saiu cara a cara com o goleiro Vanderlei, mas Guerrero acertou a trave. Já no final da partida, foi a vez do Grêmio, com Luciano saindo de frente com Marcelo Lomba, mas lançando de cobertura para fora.

Contudo, o jogo que poderia ter sido marcado pela intensidade dos dois times, ficará lembrado por uma das maiores pancadarias da história do Grenal. Após Moisés e Pepê iniciarem uma discussão por uma disputa pela bola, uma briga generalizada começou. Jogadores reserva invadiram o campo e socos, tapas, chutes e até mão no pescoço rolaram.

Ao final, quando tudo terminou, Pepê, Luciano, Paulo Miranda e Caio Henrique foram expulsos ao lado do Grêmio. Já no Internacional, Victor Cuesta, Praxedes, Moisés e Edenilson ficaram para fora.

Depois desse empate, Internacional e Grêmio vão esperar a decisão da Conmebol em relação a paralisação da Libertadores por conta do coronavírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro + 3 =