Homens correndo na esteira

Ter hábitos saudáveis, como comer de forma adequada e fazer atividades físicas regularmente, ajudam a evitar o câncer de próstata.

“Ter uma vida saudável é a melhor forma de evitar qualquer doença. Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes (de preferência orgânicos), grãos e cereais integrais e com pouca gordura é excelente para o bem-estar e para a saúde geral; fazer pelo menos 30 minutos diários de atividade física é outra ótima dica; para mais, manter o peso adequado, evitar o consumo de álcool e não fumar são também essenciais para evitar cânceres”, detalha Dr. Glauco Guedes. 

O câncer de doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens no Brasil (em primeiro lugar está o câncer de pele); e as maiores vítimas têm idade superior a 50 anos. 

A próstata é uma glândula masculina que fica logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Esse órgão envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina é eliminada da bexiga. Pode acontecer de algumas células dessa região se multiplicarem de forma anormal, provocando, então, o surgimento de um tumor (que pode ser benigno ou maligno). Estima-se que surgiram cerca 68.220 mil novos casos da doença no País, no ano de 2018 – dados do Inca – Instituto Nacional de Câncer. 

O médico urologista Glauco Guedes fala de alguns hábitos que ajudam a prevenir o câncer de próstata. “Ter uma vida saudável é a melhor forma de evitar qualquer doença. Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes (de preferência orgânicos), grãos e cereais integrais e com pouca gordura é excelente para o bem-estar e para a saúde geral; fazer pelo menos 30 minutos diários de atividade física é outra ótima dica; para mais, manter o peso adequado, evitar o consumo de álcool e não fumar são também essenciais para evitar cânceres”.

Homem velho saudável

SINTOMAS

Normalmente, em estágios iniciais, o câncer de próstata não costuma apresentar sintomas e, por isso mesmo, as visitas regulares ao médico urologista são essenciais para um diagnóstico precoce. Alguns sintomas do câncer de próstata também são presentes em outras doenças, portanto somente um médico, depois de exames e biópsia, poderá definir um diagnóstico precisamente. 

Veja alguns:

  • urinar pouco de cada vez;
  • urinar com mais frequência, especialmente à noite;
  • dificuldade e dores ou ardência ao urinar;
  • redução da força do jato urinário;
  • sensação de esvaziamento incompleto da bexiga após urinar;
  • demora para iniciar o ato de urinar;
  • presença de sangue no sêmen ou na urina;
  • ejaculação dolorosa.

DIAGNÓSTICO 

O diagnóstico combina o exame de sangue e o exame de toque retal. O exame de sangue mede os níveis de PSA (antígeno prostático específico), e não elimina a necessidade do toque retal, através do qual o urologista pode sentir nódulos ou tecidos endurecidos. 

Atenção, nenhum dos dois exames têm 100% de precisão. Por isso, o médico pode pedir outros exames, dependendo da idade e do estado de saúde do paciente. 

Importante: os homens em geral devem iniciar a rotina de exames anuais aos 50 anos de idade. No entanto, aqueles que têm casos de câncer de próstata na família e os negros devem começar o acompanhamento médico um pouco mais cedo, aos 45 anos. Estudos mostram que pacientes negros têm maior incidência desse tipo de câncer em comparação a brancos ou amarelos. 

Conheça um pouco mais do trabalho desse profissional em https://www.instagram.com/guedes.glauco/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here